Notícias

Bahia elimina Goiás no Serra Dourada

O empate classificou o Esquadrão.

21 mar 2007 | 23H55

Por Jayme Brandão

Na noite desta quarta-feira, o Bahia conquistou a sua classificação, para a terceira fase da Copa do Brasil, eliminando o Goiás, dentro do Serra Dourada, após empatar em 3 x 3.

Agora, o Esquadrão de Aço encara Fluminense-RJ ou América-RN.

O JOGO

O estádio do Serra Dourada recebeu um bom público, com maioria da torcida alvi-verde, que confiava na classificação do seu time, principalmente com a volta de Petkovic a equipe.

Alheio a pressão do torcedor goiano e apoiado pela pequena, mas fiel e presente torcida tricolor, o Bahia entrou em campo com personalidade.

Logo no início do jogo, o meia Preto saiu do campo machucado, com um problema no tornozelo. Marcelinho entrou em seu lugar.

Dono da casa, o Goiás quase marca aos 09 minutos, através de Pet, mas chutou pra fora.

Aos 18, saiu o gol tricolor. Carlos Alberto lançou a bola na área, Rafael Bastos se antecipou a zaga e com um leve toque, fez Bahia 1 x 0.

Aos 23, o atacante Luis Henrique chutou e passou perto.

Aos 26 minutos, em mais uma bola lançada na defesa goiana, o zagueiro Ernando puxou Fábio Saci, dentro da área. Pênalti marcado e convertido com perfeição, por Moré. Bahia 2 x 0.

A torcida do Goiás parecia não acreditar, com o desfile do Bahia, em pleno Serra Dourada.

Aos 33, Carlos Alberto quase marcou, mas o goleiro Harley defendeu.

Quatro minutos depois, Marcelinho ia marcar um golaço, quando buscou o ângulo direito de Harley e a bola foi para fora.

O Goiás insistia em cavar faltas, próximo a área do Bahia, tentando explorar as cobranças de Pet.

Em uma dessas faltas, levantadas na área, o alvi-verde diminuiu, através de Ernando, de cabeça, aos 38 minutos. Bahia 2 x 1.

Um minuto depois, Fábio Saci cabeceou dentro da área, livre, mas a bola foi para fora.

Aos 46, Paulo Musse fez uma boa defesa.

Para o segundo tempo, o Bahia voltou com a mesma equipe e a mesma disposição ofensiva.

Aos 03 minutos, Moré fez excelente lançamento para Fábio Saci, que ganhou do zagueiro e tocou para o gol, com a bola passando perto.

Aos 06 minutos, Rogério tirou um cruzamento do Goiás, de cima da linha do gol tricolor.

Em um contra ataque mortal, Victor Boleta fez um excelente lançamento para Rafael Bastos, que conduziu a bola e tocou na saída de Harley. Bahia 3 x 1.

Quando o Bahia era superior em campo, o Esquadrão levou um castigo, aos 16 minutos, com Welinton diminuindo o placar, aproveitando uma sobra de bola. Bahia 3 x 2.

Aos 21, Marcelinho cobrou bem uma falta. O goleiro Harley fez grande defesa, impedindo o quarto tento do Bahia.

O técnico Arturzinho mexeu no time, tirando Marcelinho, que fez boa partida, para colocar Marcone.

Quando o segundo tempo já passava da casa dos 40 minutos, o Goiás conseguiu o empate, através de Welinton, que completou um cruzamento.

Aos 43, Moré fez boa jogada e chutou de fora da área, passando pertinho da trave do Goiás.

O resultado de 3 x 3 dava a classificação ao Esquadrão e o técnico Arturzinho colocou o zagueiro Emerson, na vaga de Rafael Bastos.

O lateral Carlos Alberto foi expulso, no fim do jogo.

O Goiás partiu pra cima do Bahia e o último lance da partida mostrou que a classificação era tricolor. O goleiro Paulo Musse defendeu um chute de Gian, que desviou na zaga, mas o arqueiro garantiu o placar.

Os guerreiros tricolores atuaram com a seguinte equipe: Paulo Musse, Carlos Alberto, Hebert, Rogério, Victor Boleta, Humberto, Fausto, Preto(Marcelinho-Marcone), Rafael Bastos(Emerson), Moré e Fábio.

No fim do jogo, Arturzinho e os jogadores dedicaram a classificação a torcida e esperam poder comemorar, junto com a Nação tricolor, no domingo, no jogo contra o Atlético, na Fonte Nova.

A delegação tricolor retorna para Salvador, amanhã pela manhã, às 08:15hs, com chegada prevista para às 11:20hs.

O grupo principal volta aos treinos, na sexta-feira, às 16:00hs, no Fazendão.

Foto: A Tarde Online