Notícias

Bahia conquista importante empate fora de casa

O jogo terminou 1 x 1.

14 nov 2007 | 21H45

Por Jayme Brandão

Jogando na cidade de Bragança Paulista, no interior de São Paulo, o Bahia conquistou um importante empate, diante do Bragantino, líder invicto do octogonal.

A arbitragem foi bastante contestada por parte do Bahia, que sofreu com a não marcação e a inversão de faltas.

Não foi um jogo com muitas chances de gol, mas o Tricolor de Aço jogou com muita raça.

Os gols da partida, fora marcados por Giuliano(contra) e Somália.

Com este resultado, o Bahia ficou na 3ª posição, com 17 pontos ganhos. Mesma pontuação do ABC-RN, que agora é vice-líde, atrás apenas do Bragantino-SP, que tem 20 pontos.

O JOGO

Voltando ao esquema de três zagueiros, o Bahia começou mais tranquilo na partida.

Aos 08 minutos, Elias cobrou escanteio, Moré recebeu, deu dois cortes na zaga e chutou com perigo.

Aos 15 minutos, Nonato fez boa jogada no meio de campo e tocou para Elias, que devolveu para o atacante. Nonato chutou e o lateral esquerdo Giuliano marcou contra. Bahia 1 x 0.

Seis minutos depois, o Bragantino empatou o jogo. Em uma jogada de contra-ataque, em uma bola cruzada da direita, Somália marcou de cabeça.

Aos 37, Elias cruzou e Nonato quase marca, mas a zaga desviou.

Para o segundo tempo, o técnico Arturzinho não modificou o time.

Aos 20 minutos, Moré quase marcou, mas a zaga desviou.

Aos 32, Inho entrou na vaga de Elias.

Aos 41, o goleiro Márcio fez uma grande defesa.

Aos 45, Eduardo mandou um chute com muito perigo, que passou perto.

Logo em seguida, em uma jogada de contra-ataque, Neto Potiguar teve uma chance de ouro, mas não concluiu bem.

Já nos acréscimos, Moré sofreu pênalti, mas a arbitragem, que não foi bem durante todo o jogo, não marcou a penalidade.

No fim da partida, os jogadores do Bahia e o técnico Arturzinho comemoraram muito o resultado, pelas dificuldades de enfrentar o líder do octogonal e também pela péssima arbitragem desta noite.

Amanhã, a delegação tricolor segue para o Piauí, onde enfrentará o Barras, no sábado.

FICHA TÉCNICA:

Bragantino: Gléguer; César Gaúcho, Vanderlei e Cris; Niander, Mário, Juliano, Somália (Renan) e Paulinho; Bill e Valdir Papel (Leandro).
Técnico: Marcelo Veiga.

Bahia: Márcio; Alison, Cléber Carioca e Eduardo; Luciano Baiano, Fausto, Emerson Cris, Elias (Inho) e Adilson; Moré e Nonato (Neto Potiguar).Técnico: Arturzinho.

Gols: Juliano (contra), aos 15min e Somália, aos 20min do 1º tempo.

Cartões amarelos: Mário, Somália, Cléber Carioca e Adilson.

Público: 5.013 pagantes.

Renda: R$32.879.

Arbitragem: Djalma Beltrami (Fifa-RJ), assistido por Francisco Aurélio do Prado (PR) e Rubens Berton (PR).