Notícias

Bahia, Campeão dos Campeões completa 27 anos de sucesso

Comandado por Oldemar Seixas, programa de rádio mais antigo sobre o Tricolor completa mais um ano de vida.

28 abr 2003 | 11H40

Programa de rádio dedicado exclusivamente ao Tricolor, o “Bahia, Campeão dos Campeões”, comandado pelo radialista Oldemar Seixas, completou 27 anos no último sábado (26/04) – é o mais antigo que tem como temática exclusiva o Esquadrão de Aço.

Depois de passagens por algumas rádios baianas, o programa é veiculado hoje na Rádio Cristal AM – 1.350, de segunda a sexta-feira das 20h às 21, para os ouvintes de Salvador, região metropolitana e interior do Estado. O Bahia Campeão dos Campeões faz a cobertura diária completa do Tricolor, ouve jogadores, dirigentes e conta com a participação intensa dos torcedores, recebendo cerca de 100 ligações por edição.

“É uma satisfação imensa trabalhar e manter o sucesso de um programa como esse há tanto tento. Fico muito feliz pelo reconhecimento da torcida do Bahia, que tem consciência que nosso esforço é todo realizado com o intuito de mantê-la informada”, disse o patrono do programa, Oldemar Seixas, um dos nomes mais respeitados e influentes da crônica esportiva baiana.

História

Bahia, Campeão dos Campeões foi o nome com o qual foi batizado o programa apresentado pelo radialista Oldemar Seixas, desde o dia 26 de abril de 1976. Convidado pelo locutor José Ataíde para apresentar um programa dedicado ao Bahia, Oldemar não vacilou e como autêntico torcedor do tricolor de aço, topou a parada.

De acordo com os planos de José Ataíde, na época arrendatário da programação esportiva da Rádio Cultura, o programa do Bahia seria o primeiro de uma série, homenageando os clubes da Bahia. Depois seria apresentado um programa do Vitória, Galícia e Ypiranga. Acontece que o programa “Bahia, Campeão dos Campeões” se firmou de tal maneira, que nunca mais saiu do ar, estando hoje incluído definitivamente no contexto da rádio esportivo baiano.

A partir do dia 26 de abril de 1976, o programa começou a ser apresentado no horário das 18h45min às 19h, com apenas 15 minutos de duração.

No início era apresentado o noticiário do futebol profissional e amador com entrevistas e reportagens e os registros sociais. Aos poucos Oldemar modificou o programa, passando a apresentar paródias com alusão ao seu maior rival, o Vitória, permitindo a maior participação dos torcedores e criando o concurso ídolo da fiel tricolor, com o povo votando no melhor jogador.

Graças aos níveis de audiência cada vez maiores, o programa teve o seu horário ampliado para 30 minutos, passando a ser apresentado das 18h30min às 19h. Transferiu-se depois para a Rádio Clube de Salvador, onde ganhou mais 15 minutos, começando às 18h15min. Depois de dois anos, retornou à Rádio Cultura, onde mudou para horário nobre, tendo sido o primeiro programa esportivo a ser apresentado das 20h às 21h.

Durante os vinte e cinco anos de apresentação, o programa jamais sofreu solução de continuidade, tendo sido apresentado nas rádios Cultura, Bahia e Clube. A partir do dia 1º de maio de 1992, passou para a Rádio Excelsior da Bahia, Rádio Cruzeiro e hoje está na Rádio Cristal, das 20h05min às 21h.

Apresentação

Oldemar Seixas, titular do programa “Bahia, Campeão dos Campeões”, começou suas atividades em março de 1958, na Rádio Excelsior da Bahia, exercendo as funções de redator, repórter e locutor esportivo. Foi incluído na equipe de Éverton Visco, onde figuravam grandes nomes da crônica esportiva, tais como Genésio Ramos, Souza Durão, José Santana e Armando Chaves. Com quarenta e dois anos de rádio, completados em março, trabalhou nas rádios Excelsior, Cruzeiro, Cultura, Bahia, Clube e Olinda de Pernambuco.

Recentemente integrou o quadro de narradores da Rádio Salvador FM e Rádio Cristal. Dados de Rosalvo – Radialista e presidente da Torcida Povão. Comenta com muito equilíbrio e conhecimento de causa.