Notícias

BAHIA assume vice-liderança do Nordestão vencendo Fortaleza

Empates de CSA e Santa Cruz, neste sábado, favoreceram o Tricolor, que sobe para segundo se vencer jogo de domingo.

30 mar 2002 | 19H30

Os resultados dos jogos deste sábado, pela 13a rodada do Campeonato do Nordeste 2002, foram amplamente favoráveis ao Bahia. Com os empates de Santa Cruz x Náutico e América x CSA, ambos em 1×1, o Tricolor, que permaneceu na quarta posição e, caso vença o Fortaleza, neste domingo, na complementação da rodada, assume a vice-liderança e dá um passo importantíssimo rumo à classificação para as semifinais.

O Bahia tem 21 pontos, dois a menos que o atual segundo colocado, o CSA. Somando três pontos contra o Tricolor cearense, o Esquadrão de Aço empurra o azulino alagoano para a terceira posição.

Mas para isso, o atual Campeão Nordestino precisa do apoio de sua torcida, que tem o dever de encher a Fonte Nova deste domingo para empurrar o Tricolor e deixa-lo mais perto do BI.

Bahia desfalcado

Para a partida deste domingo, o Bahia vai ter uma série de desfalques. Machucados, Jean Elias e Alan, que até suas contusões eram considerados titulares, e Capixaba, opção sempre usada por Bobô no decorrer das partidas, não vão poder jogar. Além deles, Marcelo Souza, suspenso, também está fora.

Com isso, Valdomiro substitui Jean e continua formando a dupla de zaga, só que desta vez ao lado de Ramalho, que foi recuado devido à ausência de Marcelo. Quem assume a vaga aberta por Ramalho no meio é Ramos, recuperado de uma contusão na coluna. Substituindo Alan, Sérgio Alves, que vem se destacando nos últimos jogos, permanece com a função de construir as jogadas ofensivas no meio, ao lado de Preto.

Bahia x Fortaleza

Data: 30/03/2002
Horário: 16h
Estádio: Fonte Nova (BA)
Árbitro: Antônio da Hora Filho (SE)
Auxiliares: Antônio da Cruz Santos (SE) e Ivaney Alves de Lima (SE)

Bahia: Emerson, Daniel, Valdomiro, Ramalho e Chiquinho; Ramos, Bebeto Campos, Preto e Sérgio Alves; Robgol e Nonato. Técnico: Bobô

Fortaleza: Jéfferson, Erandir, Marcão e Ronaldo Angelim; Rafael, Daniel Frasson, Edmilson, Bechara e Daniel Franco; Claudinho Paulista e Darci. Técnico: Ferdinando Teixeira