Notícias

Alan ou Ramos? Eis a questão

Única dúvida de Bobô para o clássico é a definição de qual dos dois jogadores começa a partida no meio-de-campo tricolor.

07 mar 2002 | 16H49

Com a suspensão do zagueiro Jean Elias, o técnico do Bahia, Bobô, tem apenas uma dúvida para escalar a equipe que começa o clássico de domingo, contra o Vitória da Bahia, às 17 horas, no estádio Manoel Barradas. O treinador e ídolo da torcida tricolor ainda não decidiu se escala o meia-ofensivo Alan ou o volante Ramos no meio-de-campo.

Caso opte por Alan, Bobô vai contar com um jogador veloz, que tem um bom passe e joga próximo aos atacantes. “Com ele, o time fica mais rápido, temos uma ótima opção nas saídas de contra-golpe”, disse o treinador.

O problema é que, com Alan em campo, o Tricolor perde um pouco de seu poder de marcação. E uma das principais preocupações de Bobô é não dar espaços para que o rubro-negro arme jogadas ofensivas. Isso favorece a permanência de Ramos.

No domingo passado, na vitória por 3×0 sobre o Botafogo/PB, Alan e Ramos começaram jogando, porque Bebeto Campos estava com amidalite. Com a recuperação do jogador, Bobô usa os coletivos desta semana para decidir quem sai do time para a volta de Bebeto.

Como Ramos ficou fora do coletivo desta quarta-feira, fazendo trabalho de reforço muscular, Bobô colocou Alan entre os titulares.

O técnico declarou que gostou da movimentação da equipe, mas mantém a dúvida até o coletivo de sexta-feira, o último antes do clássico. Ramos vai ter sua oportunidade no “time de cima”, Bobô vai analisar o comportamento da equipe para, só então, revelar quem começa jogando o BA-vi.