Notícias

A campanha

Tricolor ficou invicto durante 20 jogos e venceu o Vitória cinco vezes consecutivas - um recorde.

06 ago 2004 | 17H43

Darino Sena

O Campeonato Baiano de 1994 teve quatro turnos. O regulamento dizia que o campeão de cada um deles se classificaria para o quadrangular final, onde quem fizesse mais pontos, sagraria-se campeão. Como o Bahia venceu os dois últimos turnos, o Vitória levou o segundo e o Camaçari o terceiro, houve um triangular decisivo com jogos de ida e volta.

O time de Joel Santana começou bem a fase decisiva. Venceu o Camaçari, por 1 a 0, mas perdeu em seguida para o rival, por 1 a 0. Na penúltima rodada, passou pelo Camaçari, numa goleada por 4 a 0.

O Tricolor chegou à última rodada do triangular com o mesmo número de pontos que o Vitória, mas jogava por um empate por ter vencido dois turnos, contra um do adversário. Por isso, com o resultado de 1 a 1 da partida, o Esquadrão ficou com o Bicampeonato.

Para ser Bicampeão Baiano em 1994, seu 40º título estadual, o Bahia disputou 38 jogos, venceu 23 empatou nove e perdeu seis. Marcou 52 gols e sofreu 26.

Curiosidades :

– O time ficou 20 jogos invicto ao longo da campanha;
– Conseguiu ficar seis jogos seguidos sem sofrer gols;
– Venceu cinco Bavis consecutivos – a maior seqüência de triunfos do Tricolor sobre o rival.
– Ficou cinco jogos sem tomar gol do Vitória – também um recorde da história do clássico.

Confira a campanha do Bicampeão:

1×0 Galícia
4×1 Camaçari
0x4 Vitória
1×0 Catuense
4×1 Fluminense
0x0 Vitória
0x1 Vitória
0x1 Catuense
2×1 Galícia
1×0 Fluminense
0x4 Vitória
0x0 Camaçari
2×1 River
0x0 River
1×0 Galícia
0x1 Vitória
3×2 Fluminense
1×0 Catuense
2×0 Camaçari
1×0 Galícia
2×0 Vitória
1×0 Vitória
3×2 Galícia
2×2 Poções
0x0 Catuense
2×0 Camaçari
2×2 Galícia
2×0 Vitória
2×0 Fluminense
0x0 Poções
3×0 Poções
1×1 Catuense
2×0 Vitória
1×0 Camaçari
0x1 Vitória
4×0 Camaçari
1×1 Vitória