Notícias

41 dias depois, Galego volta

Lateral retorna ao time no lugar do suspenso Ávine e, após longa espera, diz que não quer mais sair.

14 mar 2006 | 23H26

Darino Sena

O próximo domingo, quando entrar em campo com a camisa 6, para enfrentar o Colo Colo, em Ilhéus, vai marcar o fim de uma espera de 41 dias do lateral-esquerdo Galego. Tempo em que o jogador ficou sem disputar jogos pelo Tricolor – seis pelo Estadual e dois pela Copa do Brasil.

Um dos mais experientes do grupo, Galego não se incomodou com a espera e aceitou o banco para a revelação Àvine. “Ele estava num melhor momento, mereceu a oportunidade”, justifica a atitude. Louvável.

Ao invés de ficar chateado, não procurou confusão com o treinador e continuou trabalhando. Agora, quer mostrar o resultado do empenho que fez por trás das cortinas, longe dos olhos do grande público.

“Acho que evoluí, melhorei fisicamente e espero mostrar isso em campo, para não sair mais da equipe”, disse o lateral-esquerdo, que volta no lugar de Ávine, suspenso pelo terceiro amarelo. A substituição foi confirmada pelo técnico Charles nesta terça-feira.

“Confio plenamente na nossa classificação e quero ser titular nas finais do turno”, desejou Galego.