Notícias

2 a 0

Fora de casa, Bahia bate Vasco e é 6º

07 set 2019 | 13H10

O Bahia não se intimidou com a pressão de atuar no lotado estádio de São Januário, e na manhã deste sábado (7), conquistou seu terceiro triunfo consecutivo no Brasileirão ao bater o Vasco por 2 a 0, com gols de Nino e Gilberto.

Com o resultado, o Esquadrão tem 30 pontos na tabela, na 6a posição da Série A, antes da finalização da 18a rodada, que se encerra amanhã (8). A equipe volta a campo pelo Brasileirão no próximo domingo (15), quando recebe o Fortaleza, na Fonte Nova, em duelo que encerra a participação da equipe no 1o turno da competição.

O jogo começou sob o forte calor carioca de mais de 30 graus em São Januário. Apesar do desgaste, o primeiro tempo foi bastante disputado, mas com um Bahia sem conseguir transformar suas chegadas ofensivas em chances de gol, com apenas duas finalizações em toda a etapa. Já o Vasco chutou 11 vezes ao gol de Douglas, entretanto, em nenhuma delas levou real perigo ao goleiro tricolor, e os times foram mesmo para os vestiários no 0 a 0.

E logo no início dos 45 minutos finais o Bahia demonstrou que a história do duelo seria diferente. Aos 2, em cabeçada de Gilberto, e aos 4, em chute de Elber, da entrada da área, o Esquadrão chegou com perigo e obrigou Fernando Miguel a trabalhar.

O Bahia chegou ao seu primeiro gol aos 10 minutos, em ótima jogada de Nino. Ele se antecipou à zaga em lançamento vindo da intermediária, tocou para Gilberto, que chutou no gol e viu a bola desviada cair nos pés do lateral, que tirou o zagueiro com um toque e chutou de leve na saída do goleiro cruzmaltino.

Com a defesa organizada e com o Vasco cada vez mais pressionado pela torcida e desgastado fisicamente, o Tricolor seguiu melhor em campo e ampliou sua vantagem aos 15, com um golaço de Gilberto. Lançado por Lucas Fonseca, ele ganhou dos zagueiro na corrida e da quina da grande área, chutou de primeira, de cobertura, marcando seu 9o gol no Brasileirão.

Com o placar ‘na mão’, o Bahia soube administrar a vantagem, trabalhando a posse de bola e os contra-ataques com paciência, sem ser ameaçado de verdade pelo Vasco, que só ‘apertava’ em lances de bola parada alçadas à área. Com direito a canto do hino dos quase 1000 tricolores que foram a São Januário, o time celebrou muito ao apito final, garantindo seu terceiro triunfo consecutivo no campeonato, o segundo fora de casa.

O Bahia atuou com Douglas; Nino, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Ronaldo, Flávio, Lucca (Guerra) e Elber (Arthur Caíke); Gilberto (Fernandão).

Fotos: Thiago Ribeiro/AGIF