Notícias

“Problema da Seleção é falta de treinos”

Vadão comenta fase do Brasil nas Eliminatórias, diz que confia em Parreira e desabafa: “não é fácil fazer um time jogar de um dia pro outro.”

01 abr 2004 | 15H25

Na opinião do técnico do Bahia, Vadão, o grande problema da Seleção Brasileira é a falta de entrosamento do grupo, em virtude do pouco tempo que Parreira tem para treinar a equipe. Vadão comentou o empate de 0 a 0 do Brasil nesta quarta-feira, diante do Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2006.

“É incontestável a qualidade de jogadores como Kaká, Roberto Carlos, Ronaldo, Ronaldinho e Cafu. Mas sem treinamento não dá. O time precisa de um padrão tático, os jogadores têm que se conhecer. Isso é impossível sem treinamento. Não é fácil fazer um time jogar de um dia para o outro”, comentou o técnico do Bahia.

Em análise da partida, Vadão considerou que o Brasil, ofensivamente, sentiu a falta do apoio dos laterais Roberto Carlos e Cafu.

“Eles não são especialistas em jogar abrindo espaço pelo meio. São feras em jogadas de linha de fundo. Como o Paraguai fechou bem as laterais, o Cafu e o Roberto praticamente não participaram, dos lances de ataque, deixando Ronaldo, Kaká e Ronaldinho muito isolados.”

Apesar do desempenho apenas regular da Seleção diante do Paraguai, Vadão acha que o Brasil garante vaga na próxima Copa sem muitas dificuldades.

“O Parreira vai ter uma série de amistosos e a Copa América este ano. São oportunidades que ele vai ter para entrosar melhor o time e, certamente, a equipe vai crescer. O reflexo dessa evolução vai surgir com bons resultados nas Eliminatórias. O Parreira é um grande treinador e acredito muito nele.”