Notícias

“Lutar e vencer”

É o lema de Procópio Cardoso para jogo com o Sport. Técnico admite cautela, mas não abdica da busca por três pontos na Ilha.

22 ago 2005 | 13H55

Darino Sena

O Bahia vai jogar para ganhar do Sport em plena Ilha do Retiro nesta terça-feira. Quem garante é o técnico Procópio Cardoso, que pediu aos jogadores após o último treino antes do jogo – “temos que lutar e vencer”. Os três pontos podem deixar o risco de rebaixamento cada vez mais distante. Por isso, o treinador não abre mão da vitória, apesar do respeito pelo leão.

“O Sport tem um grande elenco, joga em casa. Cabe a nós respeitá-los, mas sem baixar a cabeça. Estamos numa situação que obriga o pensamento no triunfo e vamos atrás dele”. O experiente técnico acha que Bahia tem que tentar tirar proveito pelo momento de instabilidade que atravessa o time da Ilha.

“Eles vêm de duas derrotas, uma em casa (Criciúma) e uma goleada (diante do Marília). Trocaram de treinador. A pressão da torcida lá é muito grande para eles vencerem. Isso pode deixá-los ansiosos e intranqüilos, principalmente no início do jogo. Cabe a nós termos sabedoria para tirar proveito disso”, declarou o técnico.

Apesar da necessidade pela vitória, Procópio avisou que o Bahia não vai se atirar desordenadamente ao ataque. “Vamos jogar com responsabilidade. É preciso ter cautela. Mesmo assim, temos como chegar ao gol deles, só não posso contar”, brincou o comandante.

Dúvidas continuam

Sobre a escalação, Procópio resolveu manter sigilo e mais uma vez usou as dúvidas como justificativa. “Vencemos o último jogo, mas ainda temos muito problemas. Ainda não tenho posições conclusivas sobre o time. A escalação vai depender ainda da maneira como o Sport vai jogar. Tenho que esperar mais um pouco antes de escolher nossos titulares”.

Procópio não garantiu sequer as voltas dos meias Guaru e Jair, que podem enfrentar o Sport após cumprirem suspensão na última rodada. “Ninguém tem posição garantida”, sentenciou o técnico.