Notícias

Tudo nosso

Tricolor vence o Galícia e aumenta série na Fonte Nova

18 mar 2017 | 20H21

Quando se falava em Fonte Nova, pelo menos nos últimos 10 jogos no estádio, a palavra triunfo era a primeira coisa que aparecia na cabeça dos tricolores. Na noite deste sábado (18), diante do Galícia, a história não foi diferente.

O Esquadrão derrotou o granadeiro por 3 a 0, pelo Campeonato Baiano, e retomou a segunda posição do estadual, com 17 pontos. Na próxima quarta-feira (22), mas pelo Nordestão, o compromisso será diante do Fortaleza, novamente na Fonte Nova, às 21h45.

O Tricolor de Aço, com este resultado, chegou ao 11º triunfo consecutivo na Fonte Nova, sendo nove pela Série B em 2016, um na Copa do Nordeste deste ano e outro pelo estadual.

Jogo
Aos 6 minutos, de cabeça, o zagueiro Tiago levou muito perigo ao acertar em cheio o travessão. Aos 10, de esquerda, foi a vez de Hernane finalizar e exigir a primeira intervenção do goleiro do Galícia.

O Brocador teve outra oportunidade, aos 16 minutos. O camisa 9 cobrou pênalti no meio e o camisa 1 adversário encaixou. O Bahia era dono da partida. Em um rápido contra-ataque, aos 35, a bola passou por quatro jogadores até chegar em Zé Rafael. O camisa 18 bateu forte e o goleiro do Galícia salvou.

O gol finalmente saiu aos 40. Juninho cobrou falta na área e Lucas Fonseca, de peito, colocou no cantinho: Bahia 1 a 0. Ainda deu tempo para Allione, aos 45, tentar outra vez e esbarrar no goleiro.

Na volta do segundo tempo, aos 2 minutos, Régis chutou e o goleiro defendeu. Na volta, Allione pegou de primeira e carimbou o travessão. Hernane, aos 5, e Allione, aos 9, também tiveram oportunidades de ampliar o marcador.

Aos 15, Hernane serviu Maikon Leite, que entrou com velocidade na área e parou nas mãos de Hugo. O goleiro do Galícia só não conseguiu segurar a cobrança de pênalti do argentino Allione, aos 28 minutos. O camisa 8 sofreu falta na área, pegou a bola e cobrou com força no meio do gol. Artilheiro do Bahia na Copa do Nordeste, o meia Régis deixou o dele aos 31 minutos. Edson roubou a bola no campo ofensivo e serviu o camisa 20, que entrou na área e bateu no canto direito: Bahia 3 a 0.

Aos 42, na última tentativa do Bahia, o meia Régis foi até a linha de fundo e tocou para trás, onde estava Gustavo. O centroavante bateu e acertou o zagueiro do Galícia, em cima da linha.

FOTOS: FELIPE OLIVEIRA / EC BAHIA / DIVULGAÇÃO

Galeria de Fotos