Notícias

Diz aí, Guto

Técnico resume revés: 'Futebol não nos permite vacilar'

10 mar 2018 | 18H37

Guto Ferreira lamentou bastante o número de oportunidades desperdiçadas pelo Tricolor de Aço, após o resultado negativo de 1 a 0 para o Náutico, na Arena Pernambuco, pela quarta rodada da Copa do Nordeste.

O treinador, que gostou do volume apresentado pelo time, acredita que o revés sofrido em Pernambuco foi injusto.

“O jogo, se você pegar a posse de bola e chances criadas, nós fomos superiores. Nós tivemos um volume de jogo que não mereceu perder, enquanto eles foram extremamente competentes. Criaram uma chance, logo no início, e fizeram o gol. A gente não foi feliz nas finalizações. Não estou contente pelo resultado. Mas, diante de tudo que vimos, não podemos dizer que foi tudo ruim”, disse.

O atacante Élber entrou no intervalo e colaborou com o crescimento da equipe nos 45 minutos finais da partida. No entanto, com incômodo muscular, foi obrigado a deixar o jogo. Allione, que entrou na vaga de Élber, disputou o primeiro lance e levou uma forte pancada no joelho, mas seguiu dentro das quatro linhas. Guto Ferreira falou sobre os dois atletas na entrevista coletiva, e destacou a vontade do argentino em continuar mesmo com dores.

“Élber não entrou desde o início por uma questão de precaução. Nos ajudou logo de cara quando entrou, fez boas jogadas e sentiu. Allione foi agarrado, no primeiro lance, caiu e já sentiu uma entorse no joelho. Ele, mesmo com dor, permaneceu e tentou nos ajudar como deu. Agora nós temos que pensar no Altos, em casa, em um jogo que será fundamental para nossa classificação. O futebol, como disse antes, não nos permite vacilar”.

CLIQUE AQUI e ouça entrevista completa.