Notícias

Confrontos

Tricolor não perde há cinco jogos em SP

15 maio 2018 | 11H17

Bahia e Palmeiras fazem um dos duelos mais antigos do futebol brasileiro. Fundado em 1931, o Tricolor enfrentou a equipe paulista pela primeira vez no ano de 1937. Em partida válida por um torneio amistoso, o antigo Palestra Itália venceu o Esquadrão de Aço por 4 a 0.

De lá para cá, as duas equipes já se enfrentaram 49 vezes na história. O Palmeiras venceu 26 jogos, o Tricolor nove e houve 14 empates. O Esquadrão marcou 37 vezes e o alviverde, 77.

Em Campeonatos Brasileiros, foram 39 partidas. O alviverde leva vantagem com 20 triunfos, contra nove do Tricolor e ainda houve 10 empates. O time paulista marcou 51 gols e o Esquadrão, 31.

Jogando em Salvador, foram 19 partidas. O Palmeiras venceu 10, o Bahia quatro e houve cinco empates. O alviverde marcou 20 gols e o Tricolor, 12.

Jogando em São Paulo, foram 20 jogos, com 10 triunfos palmeirenses, cinco do tricolor e houve ainda cinco empates. O time paulista marcou 31 gols e o Esquadrão, 18.

O Esquadrão de Aço tem um tabu de 30 anos sem vencer o time paulista em Salvador. O último triunfo foi no ano em que o Tricolor se sagrou campeão nacional pela segunda vez: 1988. Naquele campeonato, o Bahia venceu o adversário por 1 a 0, gol do zagueiro Pereira.

Porém, se o Tricolor tem um tabu de não vencer em casa, não perde para o Palmeiras em SP há cinco jogos. O último revés aconteceu pelo Brasileiro de 2001. Depois disso foram dois triunfos e três empates.

Relembre essas partidas:

14/09/2002 – Palmeiras 1×2 Bahia – Parque Antártica, São Paulo-SP

Palmeiras – Marcos, Leonardo, César, Alexandre e Rubens Cardoso; Flávio (Juninho), Paulo Assunção, Zinho e Nenê; Dodô e Muñoz.
Técnico – Levir Culpi

Bahia – Émerson, Carlinhos, Marcelo Souza (Accioly) e Valdomiro; Daniel Alves, Ramos, Bebeto Campos, Gil Baiano e Calisto; Geraldo e Nonato (Kena).
Técnico – Candinho

Gols – Gil Baiano (14′ do 1º tempo), Alexandre (26′ do 2º), Geraldo (43′ do 2º).

18/08/2011 – Palmeiras 1×1 Bahia – Canindé, São Paulo-SP

Palmeiras – Marcos, Cicinho, Henrique, Thiago Heleno e Gerley; Márcio Araújo (Chico), Marcos Assunção e Valdivia; Luan (Tinga), Dinei (Maikon Leite) e Kleber.
Técnico – Luiz Felipe Scolari

Bahia – Marcelo Lomba, Marcos, Paulo Miranda, Titi e Ávine; Marcone, Fahel, Diones (Jones) e Carlos Alberto (Ricardinho); Jóbson e Júnior (Reinaldo).
Técnico – René Simões

Gols – Valdívia (8’ do 2º tempo) e Titi (21’ do 2º).

26/07/2012 – Palmeiras 0x2 Bahia – Arena Barueri, Barueri-SP

Palmeiras – Bruno, Artur, Wellington, Leandro Amaro e Juninho; Henrique, Márcio Araújo, João Vitor (Barcos) e Daniel Carvalho (Maikon Leite); Mazinho e Obina (Patrik).
Técnico – Luiz Felipe Scolari

Bahia – Marcelo Lomba, Gil (Diones), Danny Morais, Titi e Hélder; Fahel, Fabinho, Kleberson (Magno) e Zé Roberto; Ciro (Lulinha) e Souza.
Técnico – Caio Júnior

Gols – Souza (22′ e 35′ do 2° tempo).

03/08/2014 – Palmeiras 1×1 Bahia – Pacaembu, São Paulo-SP

Palmeiras – Fábio, Wendel (Weldinho), Marcelo Oliveira, Lúcio e Victor Luis; Josimar e Wesley; Mouche (Mendieta), Felipe Menezes (Patrick Vieira) e Leandro; Henrique.
Técnico – Ricardo Gareca

Bahia – Marcelo Lomba, Roniery, Demerson, Titi e Pará; Fahel (Feijão), Rafael Miranda e Uelliton; Marcos Aurélio (Henrique), Rhayner e Kieza (Emanuel Biancucchi).
Técnico – Charles Fabian

Gols – Henrique (15’ do 2º tempo) e Kieza (17’ do 2º).

12/10/2017 – Palmeiras 2×2 Bahia – Pacaembu, São Paulo-SP

Palmeiras – Fernando Prass; Tchê Tchê, Edu Dracena, Juninho e Egídio; Thiago Santos, Bruno Henrique (Felipe Melo) e Moisés; Willian (Roger Guedes), Dudu e Deyverson (Borja)
Técnico – Cuca

Bahia – Jean; Eduardo, Rodrigo Becão, Lucas Fonseca e Juninho; Renê Júnior, (Feijão) Juninho e Vinícius (Rodrigão); Zé Rafael (Régis), Mendoza e Edigar Junio
Técnico – Paulo César Carpegiani

Gols – Willian (1’ do 1º tempo) e Bruno Henrique (38’ do 1º); Edigar Junio (46’ do 1º e 43’ do 2º).