Notícias

Castigo

Bahia joga bem, mas São Paulo empata no fim

13 maio 2018 | 18H08

Com um gol aos 47 minutos do 2º tempo, o Bahia foi castigado pela boa partida que fez e ficou apenas no empate em 2 a 2 com o São Paulo, na noite deste domingo (13), na Fonte Nova, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Os dois gols do Tricolor foram marcados por Edigar Junio. Tréllez e Shaylon descontaram.

O Tricolor volta a campo agora apenas no próximo sábado (19), novamente pelo Campeonato Brasileiro, contra o Palmeiras, em São Paulo.

O Bahia começou o jogo cauteloso, mas ainda assim mantendo sua marcação avançada, sem deixar o São Paulo sair com a bola do campo defesa. E quando parecia que o ritmo da partida seria morno, Aos 10 minutos, Zé Rafael foi derrubado na área por Hudson. Na cobrança, Edigar Junio cobrou no cantinho direito do goleiro e fez 1 a 0 para o Tricolor.

Os paulistas então se lançaram ao ataque, viram Everson salvar uma bola de carrinho em cima da linha, mas chegaram ao gol de empate aos 30, com Tréllez chutando de primeira da marca do pênalti, sem chances para Douglas.

O Esquadrão não se abateu com o empate e voltou a pressionar. Teve uma boa chance com João Paulo, chutando de esquerda, e voltou a ficar à frente no marcador em novo gol de Edigar Junio, aos 38, dessa vez aproveitando um passe de cabeça de Élber, na entrada da área.

A etapa inicial foi marcada por uma arbitragem confusa, que inverteu muitos lances de falta. Na saída para os vestiários, Lucas Fonseca foi reclamar com o juiz e recebeu um cartão amarelo. Antes dele, Elber e Everson também foram advertidos em campo.

No segundo tempo, o São Paulo passou a pressionar mais a saúda de bola do Bahia e o jogo ficou ‘feio’, com pouco toque de bola e sem muitas chances de gol de ambos os lados. Aos 10, Lucas Fernandes tirou tinta da trave num sem pulo da entrada da área.

Já o Esquadrão criou duas grandes chances, com Everson, aos 23, escorando a bola após cruzamento das direita e mandando por cima, e com Edigar Junio, que recebeu livre de Régis, aos 32, em contra-ataque, mas errou o domínio da bola quando estava de cara com o goleiro Sidão.

Aos 44, a melhor oportunidade esteve nos pés de Kayke, que recebeu de Régis, livre, chutou opara grande defesa de Sidão.

O castigo veio aos 47, num chutaço do meia Shaylon, que de longe acertou uma bomba no ângulo direito de Douglas e decretou o empate em 2 a 2.

O Bahia atuou com Douglas; João Pedro, Everson, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Elton, Vinícius (Régis), Zé Rafael e Élber (Mena); Edigar Junio (Kayke).

Confira aqui a galeria de imagens do fotógrafo Felipe Oliveira.